quarta-feira, 4 de fevereiro de 2009

Norteamento

O desamor me fez amar; ser incompreendido me fez compreender que nem sempre o que mais precisamos pra sentir felicidade é ter êxito nas nossas metas.

Somos organismos dotados de psique complicada e essa complicação às vezes nos cega: uma boa forma de dedicar-se a si mesmo é, justamente, dedicar-se a outra pessoa. Isso é o que traz verdadeira realização. (piegas mode: on)

Minha confiança precisa de mais do que 'xavecos baratos' pra ser conquistada... Precisa sim de atitudes verdadeiras: sinceridade e dedicação. A paciência é mero desmembramento dessa dedicação, e a esperança, o combustível.

Realização é a reciprocidade disso, ou o complemento.

Dedique-se ao que permite dedicação - a sinceridade pra dar e receber é implícita e explícita.

Bocas que se acoplam perfeitamente; olhares que se buscam; corpos frios que reagem, um ao outro, aquecendo-se: façam um mapa pra não se perderem no caminho.



[sim, as pedras...]

10 comentários:

  1. Gostei do poster!

    To de blog novo..
    http://ritmo-da-chuva.blogspot.com/
    PAssa lá!
    Beijos^^

    ResponderExcluir
  2. se começarem a vender o mapa me avise! cada vez melhor!

    ResponderExcluir
  3. preciso me nortear, me atirar e explicitar
    as coisas que sinto...escrevo no blog
    mas não falo pra quem interessa, preciso
    que os corpos se toquem..preciso...
    Adorei o texto!!! Mara..bjim

    ResponderExcluir
  4. *________*


    (Sou a musa , peoples :P)

    ResponderExcluir

Comentários